Vereador quer proibir a inauguração de obras públicas inacabadas

por Thiago Costa , 21/05 às 14:45 em 1 Bairro

Vereador quer proibir a inauguração de obras públicas inacabadas

Um hábito muito comum no Brasil, especialmente em anos eleitorais, pode deixar de macular a administração pública na cidade do Rio de Janeiro, como vem acontecendo durante muitos anos.
Vereador e Colunista Edson Zanata

A ideia do vereador Edson Zanata (PT) é proibir a inauguração de obras públicas incompletas na cidade. A proposta está contida no Projeto de Lei nº 1.179/2015, que o vereador apresentou na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Segundo Edson Zanata, o objetivo da proposta é evitar o desrespeito à sociedade, que paga por obras das quais nem sempre pode desfrutar.

O texto define como obras incompletas aquelas em que não tenham sido concluídas todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas em seu projeto. O projeto prevê ainda as que não podem entrar em funcionamento imediato por haver algum fator impeditivo, mesmo com todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas em seu projeto concluídas.

Muitas das obras a que se refere o vereador, depois de inauguradas acabam nem concluídas, deixando a população indignada com o descaso das administrações. Um exemplo clássico dessa situação pode ser visto em Campo Grande, onde o corredor expresso do BRT foi inaugurado com grande pompa pelo prefeito Eduardo Paes, mas até hoje carece de finalizações e da entrada em operação de estações como a Maria Tereza, no início da Estrada do Monteiro
O vereador Edson Zanata quer ver concluídas todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas nas obras.

 Estação Maria Tereza do BRT
Estação Maria Tereza do BRT: o corredor expresso foi inaugurado, mas ela nunca funcionou
 
 
ASPA:
“Inaugurar sem acabar é um desrespeito e fere os princípios constitucionais de honestidade, moralidade, transparência, eficiência e interesse público”
Edson Zanata
Vereador

Tags:   edson-zanata   campo-grande   rio-de-janeiro   o-amarelinho   zona-oeste



 © 2015 - Todos os direitos reservados - Gestão e Desenvolvimento: