Dr. Ângelo Jorge - 09/07/2015

por EMPRESA JORNALISTICA O AMARELINHO NOTICIA LTDA ME, 09/07 às 02:00 em 5 Colunistas

Tome medidas preventivas quando você dormir com seus animais de estimação
09/07/2015

Adultos e crianças muitas vezes gostam de dormir com seus animais domésticos. Eles podem nos manter aquecidos, sentir confortáveis e nos faz sentir seguros e amados. Eles podem lamber nosso rosto, mãos e outras áreas expostas antes ou durante o sono.
Arranhões e mordidas, feridas, abscessos, ulcerações ou outras lesões na pele podem ser uma porta de entrada para a bactéria em nosso corpo. Preste atenção especial a essas áreas quando eles estão presentes. Eliminar a transmissão de bactérias e infecção, mantendo-os cobertos até curarem rapidamente. Além disso, tome medidas para prevenir que seu animal de estimação lamba essas áreas.

O que acontece quando as pragas itinerantes de nossos animais de estimação começam a passar para a gente? Esta é uma questão especial de preocupação para os membros da família com sistemas imunológicos comprometidos. Se alguém na sua família tem uma eficiência reduzida do sistema imunológico devido a doenças, tratamento, envelhecimento ou outros fatores, você vai querer ter um cuidado especial quando seus animais de estimação estiverem ao lado deles. Boas práticas de animal de estimação são importantes para todos os membros de sua família. Essas práticas são fundamentais para os membros da família com a imunidade reduzida à infecção ou doença!

Zoonoses no quarto coloca uma atenção especial para certo número de bons hábitos com animal de estimação, que os proprietários devem tomar para manter a saúde e o bem estar de seus familiares, quando compartilham o espaço para dormir. Autoridades da vigilância prestam atenção para o papel sócio-emocional dos animais de estimação nos lares, salientam medidas preventivas quando os proprietários optam por dormir junto com os seus animais de estimação.



Sem pulgas
Dedique-se a manter o seu pet livre das pulgas. Este deve ser um hábito para toda a vida e você deve abordá-lo constantemente conosco. Se não está fazendo isso, converse com o seu veterinário para determinar a melhor maneira de reduzir e eliminar as pulgas do seu ambiente familiar. Seu veterinário poderá ajudá-lo a decidir qual o produto que deve ser utilizado para manter os seus entes queridos seguros. Podemos também ter recomendações a fazer sobre as opções de tratamento que irão fornecer apoio adicional para a saúde e bem-estar do seu pet.

Carrapatos, chegou a hora de tratar
Tratar um pet contra carrapatos é uma discussão que você deve ter conosco. Seremos capazes de recomendar tratamentos e alternativas apropriadas para tratar a saúde do seu pet e a sua casa. Você pode já estar tratando seu pet para carrapatos e você irá querer outras informações do seu veterinário como, por exemplo, qual o impacto que dormir com os seus pets pode ter em sua família.

Lavando as mãos

Lembrando-se de lavar as mãos frequentemente, você vai ajudar sua família reduzindo ou eliminando bactérias que podem ser compartilhadas entre você e seus pets. As mãos humanas são provavelmente a área do nosso corpo que tem a oportunidade mais frequente de transmitir doenças. Tipicamente, você não deve pensar muito por onde suas mãos passaram antes delas irem para a cozinha preparar alimentos, ou mexer nos brinquedos das crianças. Lave-as com muito sabão sempre que possível!

Dentes brancos precisam ficar brilhantes

Cuidados de higiene dentária são importantes para o seu pet. Quando o seu pet está dividindo sua cama com você, manter os seus dentes limpos tem uma importância adicional para a saúde e bem estar de sua família. O tártaro que se forma nos dentes do seu pet acumulam bactérias em sua boca. As lambidas felizes do seu pet na sua família pode levá-lo a dividir essas bactérias com todos.

Muito vacinado

Manter a vacinação do seu pet em dia irá ajudá-lo a manter-se em boa saúde. As vacinas também irão minimizar as chances de você ou sua família adoecerem por algo que possa ser prevenido. Seu veterinário tem uma programação para vacinar o seu pet e pode aconselhar você em relação a doses de reforço e atualização vacinal.

Previna as pragas

Prevenir parasitas em sua casa pode ser razoavelmente fácil quando todos os membros da família participam da prevenção. Isto envolve uma boa lavagem das mãos antes de preparar as refeições, manejo cuidadoso das fezes dos pets e lavar as mãos após o manuseio, manter as caixas de areias cobertas e limpas e manter um quintal livre de fezes. Donos de pets que utilizam produtos contra pulgas e carrapatos também previnem parasitas em suas casas, camas e em sua pele.
Doenças infecciosas podem ser transmitidas dos cães e gatos para seus donos quando dividem o espaço de dormir. Exemplos conhecidos são: Pasteurelose no Japão e Reino Unido, dermatite Cheyletiella na França e doença da arranhadura do gato em Taiwan.

Saúde Animal - 01/06/2015

Donos de animais de estimação ocasionalmente falam para os veterinários que eles são relutantes a usar prescrição medicinal, produtos para pulgas, preventivos para dirofilariose, etc., porque preferem usar alguma coisa que seja "natural". Eles têm medo de químicos e preferem usar alguma coisa que é orgânica ou natural. Mas o que é natural?
(Foto: Reprodução/Internet)Pela definição, produtos naturais são aqueles que vêm da natureza. Mas nem todos os itens que vem da natureza são seguros ou inofensivos. Arsênico e cianeto são naturais. Arsênico é extraído da terra juntamente com outros metais. Cianeto é encontrado em inúmeras plantas. Cocaína e heroína também vêm da natureza, mas eles certamente não são bons para vocês.
Por outro lado, muitas de nossas prescrições médicas são originadas de plantas. Tem sido estimado que entre 25% a 70% de nossos medicamentos contem, pelo menos, alguns componentes obtidos de plantas.  Aspirina, xaropes, morfina e teofilina (um medicamento prescrito usado como um broncodilatador para doenças respiratórias) todos vieram de plantas. As potentes drogas que curam o câncer como a vincristina e a vimblastina são derivadas de plantas. Taxol, que foi derivado de um casco de árvore de teixo do pacífico, é uma droga quimioterápica que já salvou muitos pacientes com câncer de mama, ovário e pulmão.

Muitas pessoas acham que medicamentos fitoterápicos são seguros, pois se originam de plantas e estão sobre o balcão. Infelizmente isso não é verdade. Na verdade, alguns deles podem causar reações fatais. Um exemplo é Ma-Huang que contem efedrina e tem sido usada como produto para perda de peso em pessoas. Nas pessoas pode causar aumento na frequência cardíaca, olhos dilatados, tremores, convulsões e aumento da pressão arterial. Os sintomas nos cães são os mesmos; morte pode ocorrer decorrente de colapso cardiovascular. Pessoas que tem medo de química devem se conscientizar que tudo na vida é uma química. Água é uma química: H-2-O. Nosso próprio corpo é uma coleção de um grande número de elementos químicos. Ervas ou produtos naturais são químicos. Por isso nós podemos deduzir que o argumento natural versus o químico, não é válido. Tudo na natureza é uma química. O que está por trás do desejo de usar produtos naturais e o medo de substâncias químicas? É o desejo de usar o produto mais seguro.

Agora nós sabemos que ervas e produtos naturais não são necessariamente seguros. De fato, a indústria aprova o suplemento alimentar e a Lei de Educação e Saúde em 1994 na qual afirma que fabricantes de suplementos alimentares não precisam comprovar sua eficácia ou segurança, e não precisam de controle de qualidade.

O que é um produto seguro? Profissionais da área médica diriam que é um produto que foi estudado cientificamente. Todas as drogas que são prescritas passaram por testes rigorosos antes de serem aprovadas.  
Esses testes são para provar que a medicação faz seu trabalho e que também é segura. Existem drogas não medicamentosas que foram testadas e aprovadas. Um exemplo é a glucosamina na qual tem ajudado muitas pessoas e cães com artrite.
Agora, quando você vê um produto rotulado como "natural", você vai saber que ele é apenas uma estratégia de marketing.  A pergunta a fazer é que tipos de estudos foram feitos?

Outros Produtos Naturais e seus Possíveis Efeitos Colaterais em Animais de Estimação
1. Tea Tree Oil. Isto pode causar vômitos e diarreia, fraqueza, paralisia, pneumonia aspirativa e morte quando aplicado topicamente ou ingerido.
2. O guaraná tem mais cafeína do que grãos de café e pode conter outras substâncias ativas que podem causar vômitos, hiperatividade, aumento do consumo de água e urinação, ritmo cardíaco acelerado, tremores, convulsões e morte.
3. Echinacea é um suplemento erval popular também conhecido como flor pente, e a raiz do escorbuto.  A Echinacea tem uma ampla margem de segurança, mas tem sido relatada por causar vômitos e salivação excessiva.
4. Erva de São João é bem conhecida por causar fotossensibilização (úlceras de pele após a exposição à luz solar) em gado e cavalos. Em cães pode causar vômitos, diarreia, tremores e convulsões.
5. O alho pode interferir com a coagulação do sangue e função da tireoide, baixa do açúcar no sangue, causar vômito, diarreia e alterações nas células vermelhas do sangue.
6. Cebola pode causar fraqueza e aumentado das taxas respiratórias no coração e também a alteração das células vermelhas do sangue causando anemia, especialmente em gatos.

 

Artrite - 21/05/2015

Artrite é uma inflamação em qualquer articulação do corpo. A inflamação pode ter várias causas. O tipo mais comum de artrite é a osteoartrite que pode ser causada devido ao desgaste e rupturas nas articulações por uso intenso, envelhecimento, trauma, ou por uma articulação instável como o que ocorre em casos de ruptura de ligamento cruzado no joelho. A forma crônica dessa doença é chamada de Doença Articular Degenerativa. Estima-se que 20% dos cães com idade superior a um ano tenha alguma forma de Doença Articular Degenerativa. Um estudo mostra que 90% dos gatos acima de 12 anos de idade tinham evidências de Doença Articular Degenerativa em exames radiográficos.

Outras causas desta inflamação podem ser infecciosas. A artrite séptica é causada por uma infecção fúngica ou bacteriana. As infecções como Ehrlichiose podem também causar artrite. Doenças autoimunes, ou doenças imune-mediadas como o Lúpus, podem causar articulações edemaciadas, doloridas e inflamadas. Raramente tumores também podem causar artrite.

O tratamento de artrite deve ser direcionado para a causa específica, se possível. Pode haver necessidade de uma intervenção cirúrgica para estabilizar uma articulação. A Doença Articular Degenerativa pode ser tratada com drogas anti-inflamatórias não esteroides, medicações para controle da dor como tramadol, agentes de proteção de cartilagens como glucosamina, acupuntura ou em último caso, esteroides. Existem muitos tipos de drogas anti-inflamatórias não esteroides. Geralmente recomendamos o uso destas drogas de uso veterinário, e não aquelas desenvolvidas para uso humano, pois estas são mais propensas a causar ulceras gástricas em cães e a maioria dos anti-inflamatórios não esteroides não podem ser usados em gatos.



 © 2015 - Todos os direitos reservados - Gestão e Desenvolvimento: