Nosso Bairro

por EMPRESA JORNALISTICA O AMARELINHO NOTICIA LTDA ME, 28/05 às 15:00 em Grupos de Destaques

GRES IMPÉRIO DA ZONA OESTE 28/05/2015

Nos império da zona oeste ,termos a honra e satisfação de convida-lo para nossa feijoada de nascimento do novo império do carnaval do rio de janeiro, ocasião esta que estaremos prestando uma homenagem as pessoas qentendemos que é o pilar da promoção de cultura popular em nossa cidade, assim sendo gostaríamos de homenagear em forma de agradecimento por tudo que tens feito pela nossa arte... 

Nosso convite é ostensivo a colegas, parente e amigos favor informar quantitativo para que melhor possamos recepcioná-los 
nossa feijoada terá como ingrediente Zeca do Trombone, Mariano Maia ,Dermá Chagas e varias baterias convidadas Unido de padre Miguel, Tupi de Brás de Pina entre outras 
 
Nosso evento será realizado no colonial festas praça Filomena Del Cima 78 campo grande rj no dia 14/6

(Foto: Divulgação)
 
 
Jorge Matias de Oliveira
Tel:+55(21)7811-1481 / 976545024.
 
 
29ª Subseção da OAB (Campo Grande) promove mais uma ação social na Zona Oeste - 28/05/2015
Maratona de atendimentos aconteceu na Ilha de Guaratiba
 
A 29ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (Campo Grande) arregimentou uma série de entidades para uma grande mobilização social em benefício de moradores de diversas comunidades da Ilha de Guaratiba e adjacências, na Zona Oeste. Sob o comando do presidente da entidade, advogado Mauro Pereira dos Santos, a frente de atendimentos teve como quartel-general a Paróquia de Santana, dirigida pelo padre Inácio. "O nosso objetivo foi o de atender às necessidades da população, que carece de atenção diversificada em áreas como assistência médica e odontológica, e até mesmo para obter documentos básicos como uma simples Carteira de Trabalho", explicou o advogado Mauro Pereira dos Santos.
 
Na organização do evento o presidente da 29ª Subseção contou com o trabalho da advogada Viviane Thomazinho, que é procuradora e presidente da Comissão de Integração Social da OAB Campo Grande. Durante toda a duração do evento pessoas de diversas idades chegavam em busca de informações e dos atendimentos ali oferecidos. Muitos pareciam não acreditar em tamanha mobilização, enaltecendo o fato de tantas entidades estarem unidas na atenção a uma região nem sempre bem lembrada pelo poder público em seus três níveis. Cada qual com sua história de vida, as pessoas aproveitavam para abrir o coração, não apenas na busca do atendimento em si, mas, também, de uma palavra de conforto.
 
 
 
Esforço de entidades foi decisivo para realização de atendimentos
Elogios à união de entidades e participação de voluntários
 
Para o advogado Mauro Pereira dos Santos, o evento foi coroado de êxito, principalmente pela disposição que os voluntários demonstraram, de contribuir para efetivas mudanças na vida de pessoas em busca de um futuro melhor. O presidente da OAB Campo Grande aproveitou para enfatizar o compromisso da entidade com causas que promovam a melhoria da qualidade de vida da população da Zona Oeste, como já aconteceu em situações como a briga pela prestação de serviços de coleta e tratamento de esgoto pela Cedae.
 
Já a advogada Viviane Thomazinho agradeceu a todas as empresas participantes, reforçando a tese de que a união em torno da causa foi fundamental para que o trabalho fosse realizado. O espírito participativo teve um momento emblemático, na atitude do secretário especial de Promoção e Defesa dos Animais do município do Rio de Janeiro, Luiz Antônio Ramos, que ao chegar ao evento com sua equipe promoveu a distribuição de dezenas de mudas de plantas num estímulo para que as pessoas reflitam mais intensamente sobre a importância de preservar a natureza como forma de construir um futuro mais sustentável. 
 
Entidades e voluntários que participaram da mobilização
  • Instituto Anna Gonzaga;
  • Patrulha Aérea Civil (coronel Arthur e major Marcelo);
  • 40º BPM da Polícia Militar (Campo Grande);
  • RPMont (Campo Grande);
  • Câmara Comunitária de Campo Grande e Adjacências;
  • Conselho Comunitário de Segurança de Campo Grande;
  • Rotary Clube campo Grande;
  • Clínica da Família de Sepetiba;
  • Serviço de Atendimento Móvel de Urgência;
  • Caixa de Assistência aos Advogados do Rio de Janeiro;
  • 29ª Subseção OAB (Campo Grande);
  • Comissão de Idosos da OAB Campo Grande;
  • Ministério do Trabalho;
  • Procon;
  • Fundação Leão XIII;
  • Cartório do 13º Ofício;
  • Lutador Jorge Turco;
  • Cantor Leo Di Araújo;
  • Mágico Zambone;
  • Palhaço Cadu;
  • Hinode;
  • Instituto Embelezze.
 
Grupo dos 13 amplia debate sobre mergulhão na Cesário de Melo - 26/05/2015
 
Ex-subprefeito sugere que obra em Campo Grande siga modelo adotado no cruzamento da Rua Cândido Benício com a Estrada Intendente Magalhães, em Madureira
 Projeto Mergulhão Cesário de Melo (Foto: Reprodução/Facebook Adenil Costa)
É muito comum, quando se fala no fluxo de automóveis pelas ruas das cidades, utilizar-se a expressão "nó no trânsito" para identificar os locais em que a circulação dos carros exige paciência extra dos motoristas em razão de constantes engarrafamentos provocados pela interseção de vias com elevado tráfego de automóveis, como acontece na descida do Viaduto Alim Pedro e seu prolongamento pela Estrada do Monteiro e a Avenida Cesário de Melo. Os congestionamentos frequentes na região a tornaram um dos pontos mais nevrálgicos do trânsito em Campo Grande, suscitando seguidos debates em diversas ocasiões.
 
O tradicional Grupo dos 13, que se reúne mensalmente para refletir sobre o cotidiano da Zona Oeste e, particularmente, de Campo Grande, trouxe o assunto à tona e vem mantando o tema em evidência desde que uma enquete realizada entre seus integrantes e convidados apontou o citado mergulhão como a obra mais prioritária para solucionar os problemas de circulação viária no centro de Campo Grande. Um dos principais patrocinadores da causa, o empresário Carlos Brito sugeriu até que os moradores da Zona Oeste façam uma corrente digital na tentativa de sensibilizar o prefeito Eduardo Paes para a importância da obra, mobilização a qual o Grupo dos 13 logo se associou.
 
Outro entusiasta da ideia, o ex-subprefeito de Campo Grande elaborou um estudo para demonstrar que reflexos positivos o investimento traria para a região. "Trata-se do ponto mais crítico da região, com reflexos em toda área central do bairro e no corredor de ligação Avenida Brasil/Barra, onde o sinal existente trabalha com nível de serviço saturado praticamente o tempo todo", acentua Adenil Costa, acrescentando que o ideal é que os técnicos da Prefeitura do Rio elaborem o projeto, definindo em que sentido será construído o mergulhão levando em conta custos, fluxo e possíveis desapropriações. "O papel da comunidade agora é solicitar que o prefeito Eduardo Paes coloque o mergulhão no programa de obras da prefeitura como prioridade das prioridades para o bairro", enfatizou Adenil.
 
Com a experiência de quem já administrou a Subprefeitura de Campo Grande, Adenil sugere que o projeto seja tocado nos moldes do que foi executado no cruzamento da Rua Cândido Benício com a Estrada Intendente Magalhães, em Madureira. "Pode ser a melhor solução por não interferir na paisagem local", conclui ele.
 
Posse no Creci
O ex-subprefeito Adenil Costa, que agora atual profissionalmente como corretor de imóveis, tomou posse, na quarta-feira (6), como delegado do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro, na Delegacia Regional de Campo Grande. A solenidade de posse foi realizada no auditório da 29ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, com a presença do presidente do Creci-RJ, Manoel Maia.

 

Rotary Campo Grande realiza grande ação social no Moriçaba - 24/05/2015

Adenil Costa e Maria da Penha Haik Presidente do Rotary Club Campo Grande (Foto: Adenil Costa/Arquivo pessoal)A comunidade do Moriçaba, em Sen. Augusto Vasconcelos, recebeu hoje (24/05) uma grande ação social do Rotary Campo Grande, no Ciep Francisco C. Pontes de Miranda, dentro da comunidade.

Vários serviços foram prestados como: Vacinação de crianças e adultos; Palestras sobre câncer da mama; Prevenção à dependência química; Vacinação de animais; Aferição de pressão arterial; Palestras de Odontologia; 2ª via de documentos; Aplicação de flúor; Acupuntura; Serviços de beleza, Sorteios de brindes, entre outros.

Bom ver profissionais de várias áreas, (Médicos; Dentistas; Arquitetos; Engenheiros; Advogados; Professores; Artistas; Enfermeiros; Empresários; Policiais, entre outros), doando um dia de domingo para ajudar aqueles que mais precisam.

Há pessoas que se tornaram prisioneiros do consumo das soluções fáceis e imediatas, e já não conseguem perceber a beleza da fraternidade da alegria da caridade, o sabor da partilha, o perfume do convívio e a grandeza do crer.

 

Ação Social Rotary Club Campo Grande (Foto: Adenil Costa/Arquivo Pessoal)


PARABÉNS A TODOS OS ROTARIANOS! na pessoa do presidente Silvio Cerqueira, do Governador Rotary Pedro Loureiro e o time do Rotary de Campo Grande, professora Selma – Diretora do Ciep, OAB, 40º BPMERJ, Coordenadora de Saúde CAP 5.2 / Dra. Liliane e equipe e a comunidade.

 

ADENIL COSTA - COLUNISTA
Delegado do CRECI/RJ – Delegacia Regional de Campo Grande
Ex-Subprefeito da Zona Oeste/RJ – de 2001 até 2006.

 

Vereador quer proibir a inauguração de obras públicas inacabadas - 21/05/2015 

Um hábito muito comum no Brasil, especialmente em anos eleitorais, pode deixar de macular a administração pública na cidade do Rio de Janeiro, como vem acontecendo durante muitos anos.
Vereador e Colunista Edson Zanata
A ideia do vereador Edson Zanata (PT) é proibir a inauguração de obras públicas incompletas na cidade. A proposta está contida no Projeto de Lei nº 1.179/2015, que o vereador apresentou na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Segundo Edson Zanata, o objetivo da proposta é evitar o desrespeito à sociedade, que paga por obras das quais nem sempre pode desfrutar.

O texto define como obras incompletas aquelas em que não tenham sido concluídas todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas em seu projeto. O projeto prevê ainda as que não podem entrar em funcionamento imediato por haver algum fator impeditivo, mesmo com todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas em seu projeto concluídas.

Muitas das obras a que se refere o vereador, depois de inauguradas acabam nem concluídas, deixando a população indignada com o descaso das administrações. Um exemplo clássico dessa situação pode ser visto em Campo Grande, onde o corredor expresso do BRT foi inaugurado com grande pompa pelo prefeito Eduardo Paes, mas até hoje carece de finalizações e da entrada em operação de estações como a Maria Tereza, no início da Estrada do Monteiro
O vereador Edson Zanata quer ver concluídas todas as etapas de construção e especificações técnicas previstas nas obras.

 Estação Maria Tereza do BRT
Estação Maria Tereza do BRT: o corredor expresso foi inaugurado, mas ela nunca funcionou
 
 
ASPA:
“Inaugurar sem acabar é um desrespeito e fere os princípios constitucionais de honestidade, moralidade, transparência, eficiência e interesse público”
Edson Zanata
Vereador


 © 2015 - Todos os direitos reservados - Gestão e Desenvolvimento: